Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tê um

Tê um

Alguém bateu à porta? | SorrisoIncógnito

19.02.19

ihuh.png

 

Desta vez tive a oportunidade de abrir a porta à autora do Blog "SorrisoIncógnito", a Maria. 

 

Com a simplicidade e sinceridade que caracterizam a forma como escreve para si e para os outros, prontamente aceitou o desafio - ou não fosse ela uma mulher do Norte -. 

 

Por aqui continuará sempre a ter uma leitora assídua. 

 

Maria, consegues enumerar três características que as pessoas do Norte têm que, na tua opinião, aches que fazem "falta" às pessoas do Sul? 

 

1. O "tu cá, tu lá". As pessoas do Norte tratam muito as outras por tu, como se nos conhecêssemos todos à imenso tempo. Não é falta de educação, é mesmo proximidade. 

2. A espontaneidade das pessoas. 

3. A disponibilidade. O ser prestável, o mostrar-se acessível. As pessoas cá do Norte são mais disponíveis a ajudar, a ouvir, a dar a mão e a mandar dar uma volta. 

 

O que é que uma rapariga de vinte anos não sabia sobre uma mulher de trinta e cinco? 

 

Aos vinte anos a ideia de uma mulher de trinta e cinco é que é uma trintona e está naquela meia idade parva do: "já estás arrumada", “já foste” ou “já eras” caso tenhas o karma associado a muitos conceitos pré-concebidos.

Chegados os trinta e cinco tudo é tão diferente. Não sentes o karma, quando não fazes parte dos conceitos pré-concebidos e quando te sentes mesmo bem contigo mesma.

É melhor que aos vinte. Aos trinta e cinco, no meu caso claro, estou mais bem resolvida.

Compreendo-me melhor. Aceito os meus defeitos. Há uma bagagem que não tem que ser pesada pelo tempo e já não se faz fretes.

Aos vinte tu estás a começar a aprender, aos trinta e cinco sabes que a aprendizagem é constante. E aceitas. Mesmo os quilos a mais na balança e as rugas.

 

Recentemente, escreveste um post no teu Blog intitulado de "coisas que aprendi a trabalhar só com homens".

 

Consegues enumerar três características dos homens que aches que as mulheres também deveriam ter? 

 

1. Os amigos são mesmo amigos. Raramente os ouves a falar mal de um amigo e para eles os amigos são tudo. 

2. Os homens protegem-se. As mulheres falham à grande umas com as outras. São muitos bestas. Os homens às vezes quase nem se conhecem mas se tiverem que "safar as costas" a outro homem, safam. 

3. O estar tudo bem. Nós muitas vezes complicamos até o mais simples. 

 

Maria, podes enumerar três coisas que não tens mesmo jeitinho para fazer? 

 

1. Cozinhar. Sou um desastre. Não tenho fascínio nem jeito (como tenho para comer!) 

2. Maquilhagem. Já me aventuro mais mas há coisas impensáveis tipo eyeliner ou saber para que serve tanta coisa. Fico estupefacta. 

3. Regatear preços. 

 

Na tua descrição, dizes que nunca serás uma Fashion Blogger. Porquê? 

 

Isso é uma expressão que uso muito no jeito de brincadeira e ao conceito de “fashion blogger” que são conceitos que nós mesmos lhe associamos.

Na maior parte das vezes, não gosto da roupa de grandes marcas que bloggers falam. Não vou em modas só porque é moda.

Não sou expert em maquilhagem e quando há tendências eu sou a ultima a aperceber-me.

Não gosto de comidas xpto e gourmets em que não como nada e aquilo é lindo para a foto. Não sou amante de sushi. Coisas do género.

Ainda ontem partilhei uma fotografia do meu lanche, era umas sandes de salpicão e pus essa legenda “nunca serei…”. Já viste alguma Fashion Blogger - “da moda” - partilhar fotos de sandes de salpicão (e tinha gordura)?

 

"Entras" num Blog. O quê que mais gostas de observar? 

 

Gosto de coisas cleans e que o que me cative seja a escrita. Gosto muito de pessoas “tu cá tu lá”, lá está, são “tão eu”. Com sentido de humor. Mas quando não têm música ou fundos esquisitos já ajudam.

 

Maria, já evitaste escrever alguma coisa no teu Blog por saberes que iria gerar muitos comentários negativos por parte de quem lê? Ou até mesmo aquele post que sabias que irias ser mal interpretada e preferiste não publicar?

 

Que me lembre não. Acho que falo de temas que poderiam gerar esses mesmos comentários negativos. Que já aconteceu também. Mas nunca deixei de o fazer só por isso.

Quem lê tem que perceber que eu tenho opinião sobre tudo e aquele é o meu cantinho. Quem não percebe problema deles. Atenção, respeito outros comentários com diferentes opiniões, só não dou respeito a quem não me respeita.

E corro sempre esse risco quando falo, por exemplo de futebol, então se o post for destacado (como já tive com alguns em destaque no Sapo, página principal) há quem ofenda mesmo, mas sei que isso é pela diferença de clubes.

Mas já escrevi um post que fui mal interpretada por uns, compreendida por outros e tive muitos comentários negativos depois de um destaque também, que foi o falar sobre os portugueses que emigram e depois vêm para cá, para o seu país falar estrangeiro, nomeadamente em restaurantes, serviços públicos, supermercados... Foi um post polémico, mas só o escrevi para dar a minha opinião. Como sempre.

Confesso-te é que, já evitei escrever sobre coisas mais pessoais por ter quem me conhece a ler… e isso torna-se inevitável a partir do momento que mais pessoas te conhecem.

 

Os Blogs que mais gostas de ler são o: 

 

Blog Just Smile

Blog os contos da menina-Mulher

Blog da S*

 

Imagina que tens o poder de decisão para estas três situações. Escolhe apenas um Blog para cada uma delas.

 

O Blog que nunca mais vai ser lido na blogosfera: Just smile. Por exclusão das outras partes, mas isso nunca vai acontecer Just!

O Blog que só receberá comentários negativos: a S*. É das pessoas que leio há muito tempo e ela sabe bem lidar com esse tipo de comentários. 

O Blog que se irá tornar um sucesso e que toda a gente falará dele: A menina-mulher. Comecei a gostar cada vez mais do coração dela. E de como partilha sem medos, todos os seus medos. E não me esqueço do ombro que me deu em alturas que precisei.

 

Se o teu Blog pudesse falar, o que achas que ele diria sobre ti? 

Estamos quase, quase a comemorar dez anos de Blog. E tu estás cada vez melhor. Fiel aos teus princípios. Valores acima de tudo. Sempre a tentar sorrir. Mas tenho saudades de te ler mais coração. Nunca percas esse gosto por partilhares o que te inspira. E sorrisos!

 

Muito obrigada Maria! 

A porta do Tê um, estará sempre aberta para ti 

 

Alguém bateu à porta? | Desconhecida

04.02.19

Sem Título.png

 

 

Neste caso é o inverso, sou mais eu que vou bater à vossa porta. 

 

Na nova rubrica do Tê um sou como aquela vizinha que se esqueceu de comprar algo no supermercado e vos vai lá pedir um bocadinho ou então, aquela que deixou cair uma peça de roupa no vosso estendal e vos pede o favorzinho de irem lá apanhar.

 

No entanto, juro do mendinho, não vos incomodar nas horas mais inoportunas. 

 

Neste novo espaço da minha casa, estão todos convidados a limpar os pezinhos à porta - ou a descalçarem-se, como preferirem - e a sentirem-se à vontade. A ideia é mesmo esta. 

 

A primeira pessoa a quem abri a porta, foi à Desconhecida.

E não podia ser outra pessoa. 

Não podia por ser a pessoa que deixa um carinho diário em cada post que faço - é como se fosse aquelas vizinhas que nos batem à porta para nos oferecerem uma fatia de bolo sabem? Nunca tive mas deve ser bom -.

 

Confortem-se.

 

Desconhecida, qual destas opções preferias? 

 

1. Preferias que o teu Blog nunca mais fosse lido por ninguém por não revelares a tua identidade?

2. Preferias revelar a tua identidade e assim o teu Blog continuar a ser lido pelas mesmas - ou mais - pessoas?

Preferia que o Blog nunca mais fosse lido por ninguém para não revelar a minha identidade, tenho que preservar "A Desconhecida". 

 

1.  Preferias cheirar mal para o resto da tua vida, sem notares o teu próprio cheiro? 

2. Preferias namorar com uma pessoa que cheira mal para sempre? 

Ui... Acho que preferia cheirar mal, ao menos eu não notava o cheiro. Agora namorar com alguém que cheira mal para sempre... Não, obrigada. 

 

1. Preferias ser obrigada a falar tudo o que pensas?

2. Preferias nunca mais poder falar? 

Bem... Difícil... Mas, talvez, falar tudo o que penso, seria muito mau não poder falar nunca mais.

 

Enumera três factos que no teu blog ninguém sabe sobre ti. 
 
1. Não gosto de falar sobre a minha "vida amorosa", nem com os meus amigos. 
2. Sou ótima a mudar de assunto, sempre que alguém tenta que eu fale alguma coisa que não quero. 
3. Tenho uma cicatriz. 
 
Perguntas rápidas
 
Fico de mau humor quando me chateiam. 
Desculpem, mas eu acho uma piroseira padrões tigress, não gosto lá muito não.  
Se querem acertar no meu presente dêem-me roupa gira, livros, acessórios (anéis e relógios). 
Nunca tive coragem de saltar de um avião. 
Ainda quero aprender a tocar guitarra. 
 
 
Os blogs que mais gostas de ler são o:
 
 
Destes três, escolhe apenas um para cada opção.
 
O blog que apenas podes voltar a ler daqui a um ano: Blog do Triptofano. 
O blog que nunca mais poderás voltar a ler: Blog da Mula.
O blog que terás a oportunidade de conhecer a pessoa por “trás” dele: Blog da Joana. 
 
 
Se o teu blog pudesse falar, o que achas que ele diria sobre ti? 
 
Miúda, cresceste muito aqui. Lembra-te, nunca desistas dos teus sonhos, daquilo que te faz feliz, daquilo que és. Continua a passar por aqui, a usar-me como diário, a descarregar as tuas frustrações. Continua a escrever, porque escrever, é a tua terapia.
 
Muito obrigada Desconhecida!
 
A porta do Tê um, estará sempre aberta para ti